Skip to Content

Seja bem Vindo ao Portal do Fórum Piauiense de EJA.

7% do PIB em educação tem lógica, diz Haddad

Rafael Moraes Moura - O Estado de S. Paulo

Diante da crescente reivindicação de entidades e da sociedade civil para que os investimentos na área de ensino atinjam 10% do Produto Interno Bruto (PIB), o ministro da Educação, Fernando Haddad, disse ontem que tem "lógica" a meta de 7% fixada no novo Plano Nacional de Educação (PNE).

Clique aqui em veja notícia na integra.

Plano Nacional de Educação é ignorado pelo governo e patina no Congresso

Rafael Moraes Moura, de O Estado de S. Paulo

Enviado ao Congresso Nacional no apagar das luzes do governo Lula, o Plano Nacional de Educação (PNE) tramita na Câmara sem o apoio explícito de dois atores fundamentais para sua aprovação: a presidente Dilma Rousseff, obcecada pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), e o ministro Fernando Haddad, que mais tem aparecido publicamente para esclarecer a série de trapalhadas da pasta.

Clique aqui em veja notícia na integra

Boletim nº1 XII ENEJA

Estamos caminhando em direção ao nosso XII ENEJA que este ano será sediado no Estado da Bahia.

Para a construção coletiva deste Encontro confira a proposta da programação e o primeiro Boletim Informativo.

Desempenho de escolas no campo é inferior à média

Destino da coleção Escola Ativa e seus erros, as escolas da zona rural já apresentam desempenho inferior à média nacional. Uma pesquisa encomendada pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) no ano passado apontou que o desempenho em matemática era 18% inferior à média; em português, 6% abaixo da média.

Clique aqui em veja materia na intregra.

Baraquio Bama vale nota 10

Já passava do meio-dia de segunda-feira e o restaurante Garota de Copacabana da avenida Atlântica, no Rio de Janeiro, continuava às traças devido à chuva. Os cozinheiros ainda comentavam o movimento do dia anterior, um domingão ensolarado de abril. O auxiliar de cozinha terminava de lavar a pilha de pratos do almoço dos funcionários quando a impressora cuspiu uma notinha no balcão. Era o primeiro pedido do dia.

Clique aqui e veja materia na integra.

Divulgar conteúdo