Skip to Content

XVII ENEJA | 2022 | Florianópilis | SC


 

Local: Escola de Turismo e Hotelaria Canto da Ilha

   
   
   

 

Manifestação contrária ao Parecer do Conselho Nacional de Educação

Manifestação contrária ao Parecer do Conselho Nacional de Educação (CNE), que estabelece o “Alinhamento da Educação de Jovens e Adultos (EJA) às diretrizes apresentadas na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), e outras legislações relativas à modalidade

Leia na íntegra no link abaixo:

OFÍCIO S/N 12 /2020

 

Consulta Pública sobre Alinhamento da Educação de Jovens e Adultos (EJA) às diretrizes apresentadas na Base Nacional Comum Curricular (BNCC)

POSICIONAMENTO DOS FÓRUNS DE EJA DO BRASIL SOBRE O ALINHAMENTO DA EJA Á BNCC

Brasil rumo à CONFINTEA VII

Em 2021, após dois anos de trabalho, a Comissão Internacional sobre os Futuros da Educação, nomeada pela UNESCO, publicou o seu relatório “Reimaginar os nossos futuros juntos: um novo contrato social para a Educação”. O relatório afirma que “Educação – a maneira em que organizamos o ensino e a aprendizagem ao longo da vida – desempenha um papel crucial na transformação de sociedades humanas. (...) Mas para criar futuros justos, sustentáveis e de paz, a própria educação deve se transformar.” É nesse contexto, e tomando este Relatório como uma das suas referências importantes, que o mundo da Aprendizagem e

Educação de Adultos se prepara para a VII CONFINTEA que acontecerá em Marrakech, Marrocos, em junho do corrente ano. Como integrante da Comissão Internacional e do Comitê Consultivo da CONFINTEA, o professor António Nóvoa ocupa um lugar singular para nos ajudar a entender de que maneira o Relatório sobre os Futuros da Educação pode referendar e elucidar as discussões sobre os futuros da Aprendizagem e Educação de Adultos em Marrakech.

As inscrições são gratuitas | Certificação de 2 (duas) horas.

REALIZAR INSCRIÇÃO

Reimaginar os Futuros da Educação
Organizado por
Cátedra UNESCO de EJA

FÓRUNS EJA BRASIL: EM DEFESA DO ESTADO DE DIREITO, DA DIVERSIDADE E DA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE SOCIAL PARA TRABALHADORES(AS)

Desde março deste ano, o Fórum Nacional Popular de Educação (FNPE) desencadeou o processo de mobilização no sentido da realização da II Conferência Nacional Popular de Educação, em 2022. O FNPE é um espaço de resistência e defesa da participação popular na elaboração de políticas públicas, fruto de uma construção coletiva realizada por entidades – inclusive os Fóruns de EJA Brasil – mobilizadas em torno dos compromissos com a defesa da educação democrática, e para todas/es/os. Materializa a reação dessas entidades diante do processo de esvaziamento do caráter democrático e popular do Fórum Nacional de Educação (FNE), operado pelo bloco político que assumiu o governo federal após o golpe de Estado jurídico-parlamentar-empresarial-midiático impetrado em 2016.

Para acessar o documento na íntegra clique aqui ou acesse o documento anexo.

 

EJA, Educação Profissional e Educação Especial nas Novas Diretrizes Operacionais

NOTA PÚBLICA DO FÓRUM NACIONAL POPULAR DE EDUCAÇÃO E ENTIDADES DA EDUCAÇÃO SOBRE O PL 5.595/2020

A educação é um direito social fundamental para o desenvolvimento humano. Assim, retomar as aulas presenciais, em plena pandemia, é irresponsabilidade e atenta contra a vida e dignidade da pessoa humana!

CLIQUE AQUI

Syndicate content