Skip to Content

CONSULTA SOBRE TURMAS DE EJA/ESCOLAS FECHADAS A PARTIR DE AGOSTO DE 2022

O Fórum EJA Rio tem recebido inúmeras denúncias sobre fechamento de turmas de EJA, sendo algumas já concretizadas e outras estão na iminência. Estamos pedindo as informações, para que possamos nos mobilizar e articular ações contra essas atitudes arbitrárias que ferem o direito à EJA.

Link do formulário: https://forms.gle/eFaj53DNsh9WX76t6

RELATÓRIO FINAL DO V EREJA REGIÃO SUDESTE

Segue no link abaixo o relatório final do V EREJA Região Sudeste

Acesse aqui

CONFERÊNCIA LIVRE EJA/RJ - ABERTURA COM A PROFESSORA DRa. JANE PAIVA - 24 DE SETEMBRO DE 2021 ÀS 19 HORAS

Para realizar a inscrição, link no endereço abaixo para preencher o formulário.

 https://forms.gle/nm9yFZE7D6SFNB259

FÓRUNS EJA BRASIL: EM DEFESA DO ESTADO DE DIREITO, DA DIVERSIDADE E DA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE SOCIAL PARA TRABALHADORES(AS)

Desde março deste ano, o Fórum Nacional Popular de Educação (FNPE) desencadeou o processo de mobilização no sentido da realização da II Conferência Nacional Popular de Educação, em 2022. O FNPE é um espaço de resistência e defesa da participação popular na elaboração de políticas públicas, fruto de uma construção coletiva realizada por entidades – inclusive os Fóruns de EJA Brasil – mobilizadas em torno dos compromissos com a defesa da educação democrática, e para todas/es/os. Materializa a reação dessas entidades diante do processo de esvaziamento do caráter democrático e popular do Fórum Nacional de Educação (FNE), operado pelo bloco político que assumiu o governo federal após o golpe de Estado jurídico-parlamentar-empresarial-midiático impetrado em 2016. Para maiores informações, leia o anexo abaixo.

CARTA-DENÚNCIA SOBRE O FECHAMENTO DE TURMAS DE EJA NOS MUNICÍPIOS DE DUQUE DE CAXIAS E SÃO GONÇALO

A Educação Pública em geral e, em especial a Educação de Jovens e Adultos (EJA), vivencia desafios inéditos com a pandemia. O afastamento necessário das atividades escolares presenciais expôs a dificuldade de muitos alunos da EJA em participar das atividades educacionais mediada por tecnologias, seja pela falta de acesso as mesmas, dificuldade de interagir utilizando aplicativos estranhos, até então, ao seu cotidiano, ou pela exaustão física e mental que esse momento impôs.

É preciso que não esqueçamos que são os jovens e adultos trabalhadores, sujeitos da EJA, que se encontram em trabalhos mais precarizados, expostos diariamente ao vírus, impossibilitados de manter o isolamento social, tentando garantir a sua existência e de suas famílias.

Garantir o direito à EJA é obrigação do poder público. Se neste momento, alunas e alunos da EJA não conseguem corresponder às expectativas de interação organizadas pelas secretarias de educação, cabe ao poder público realizar a busca ativa e investigar e construir estratégias para sanar as dificuldades que obrigam jovens e adultos a se afastarem, novamente, da escola. O direito à educação, garantido pela Constituição Federal, não pode ser flexibilizado. É direito. Precisa ser garantido, no entanto, recebemos denúncias do fechamento de turmas de EJA nos municípios de Duque de Caxias e São Gonçalo.

Escondida sob a palavra “otimização” a prática de fechamento de turmas de EJA tem se mostrado perversa em qualquer momento, em especial, no que estamos vivendo, com a pandemia de COVID19.

NOTA PÚBLICA DO SEPE/RJ e FÓRUM EJA/RJ

EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NO RIO DE JANEIRO – CONTRADIÇÕES EM CONTEXTO REMOTO (2021)

 

INSCREVA-SE NA PÁGINA DO FACEBOOK DO FORUM EJA RIO

Acesse AQUI e curta a página do facebook do Fórum EJA/RJ.

INSCREVA-SE NO CANAL DO FORUM EJA RIO NO YOUTUBE

Acesse AQUI e se inscreva no canal do Youtube. Lembre-se de marcar o sininho para receber informações novas.

MOBILIZAÇÃO NACIONAL DOS FÓRUNS DE EJA JULHO/2020

Clique abaixo para acessar o conteúdo do documento.

 

MANIFESTO dos educadores e educadoras, estudantes, brasileiros e brasileiras

Manifesto assinado pelos Fóruns de EJA do Brasil como membro do FNPE e lançado para adesões de outros coletivos individuais.

Para acessar o manifesto completo clique aqui

Para assinatura e divulgação do manifesto clique aqui

MOÇÃO DE REPÚDIO

Moção de repúdio às manifestações depreciativas a pessoas com orientações sexuais não-heteroafetivas e às identidades de gênero proferidas pelo Ministro da Educação Sr. Milton Ribeiro.

MANIFESTAÇÃO CONTRÁRIA AO PARECER DO CNE, QUE ESTABELECE O "ALINHAMENTO DA EJA ÀS DIRETRIZES APRESENTADAS NA BNCC

Preocupados com o Projeto de Resolução que “Institui Diretrizes Operacionais para a Educação de Jovens e Adultos nos aspectos relativos ao seu alinhamento à Política Nacional de Alfabetização (PNA) e à Base Nacional Comum Curricular (BNCC), e Educação de Jovens e Adultos a Distância.” (MEC/CNE/CEB, novembro de 2020), consideramos necessário argumentarmos a posição contrária ao Parecer e ao mencionado Projeto de Resolução.

Para ler a manifestação na íntegra, clique AQUI.

Conteúdo sindicalizado