Skip to Content

LANÇAMENTO DO GRALE III NA AMÉRICA LATINA E CARIBE

Educação de Jovens e Adultos e a UNESCO

"No marco da aprendizagem ao longo da vida, a alfabetização faz parte do direito à educação, ela está no cerne da educação básica e é um alicerce indispensável da aprendizagem independente. Os benefícios da alfabetização, principalmente para mulheres, são bem documentados. Eles incluem maior participação no mercado de trabalho, retardamento do matrimônio, melhor saúde e melhor alimentação familiar e da criança; isso, por sua vez, ajuda a reduzir a pobreza e a expandir as oportunidades de vida. Habilidades básicas em matemática também são habilidades essenciais: manipular números, contas, medidas, proporções e quantidades é básico à vida e necessário em qualquer lugar" (Declaração de Incheon). 

No entanto, ainda há cerca de 758 milhões de adultos, incluindo 115 milhões de pessoas com idades entre 15 e 24 anos, que não são capazes de ler ou escrever uma simples frase. A maioria dos países não alcançou a meta da Educação para Todos, de atingir 50% de melhoria nos níveis de alfabetização de adultos até 2015.

Gênero 

Estados e municípios podem aderir a Brasil Alfabetizado até dia 6 de março de 2017

educacao079.jpg

Estados e municípios podem aderir a Brasil Alfabetizado

até dia 6 de março de 2017

O Ministério da Educação prorrogou até 6 de março de 2017 o prazo para que estados e municípios possam aderir ao programa Brasil Alfabetizado. Segundo a pasta, a ideia é atender prefeituras e estados com dificuldade de acesso à internet, além de contemplar novos gestores que assumiram as secretarias de educação este ano.

Os interessados devem enviar, para o endereço,os seguintes documentos: ofício para primeiro acesso do gestor local; ofício para alteração de gestor local; e ofício para vinculação de gestor à entidade. Até o momento, mais de 700 localidades, entre estados e municípios, já fizeram inscrição no programa.

Este ano, o Brasil Alfabetizado vai atender 250 mil pessoas a partir de 15 anos de idade. O programa é considerado pelo governo federal como porta de acesso para a alfabetização de jovens, adultos e idosos, com atendimento prioritário a municípios que apresentam alta taxa de analfabetismo – 90% deles na Região Nordeste.

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que, no Brasil, 12,8 milhões de jovens e adultos com 15 anos de idade ou mais não são alfabetizados. O número representa 8% de toda a população nessa faixa etária.

 

Previdência: Reformar para excluir?

PREVIDÊNCIA: REFORMAR PARA EXCLUIR? 
Documento-síntese
 
Um grupo de quase  50 especialistas  Organizado por iniciativa da Associação Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil (ANFIP), do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) e da Plataforma Política Social  e professores da UNICAMP  preparou um estudo sobre a proposta da reforma da previdência. 

 

Medalha Paulo Freire - Edição 2017

logo_medalha_paulofreire.png

Experiências em Alfabetização e Educação de Jovens e Adultos são reconhecidas desde 2005 pela Medalha Paulo Freire. A Edição de 2017 vem com o seguinte Eixo Norteador: "Educação: Direitos Humanos, Diversidade, Inclusão e Cidadania".

Acompanhe a edição 2017 pelo site: http://medalhapaulofreire.mec.gov.br/

O Fórum Goiano de EJA participará e indicará nomes dos seus membros para compor a comissão estadual-distrital para avaliação das experiências educativas com a alfabetização e educação de jovens e adultos. Acompanhe os detalhes no site do MEC.

IV Seminário Rede de Pesquisa Obeduc: UFG, UFES e UnB - 2017

Página em atualização!

O IV Seminário de A Rede de Pesquisa Obeduc da Universidade Federal de Goiás - UFG (coord.), Universidade Federal do Espírito Santo - UFES e Universidade de Brasília - UnB, ocorreu nos dias 17 e 18 de fevereiro de 2017.

Local: Faculdade de Educação - UnB

Folder com a programação.

Conteúdo sindicalizado